Peixinho da horta: o peixe que não é peixe

Saiba como preparar o peixinho da horta, que traz benefícios para a saúde e o sabor do peixe sem a crueldade da pesca

Fernanda Moraes

Fernanda Moraes

12/02/2024
Peixinho da horta: o peixe que não é peixe Rose Brogliato

3 min de leitura

É comum que algumas pessoas deixem de aderir ao vegetarianismo ou veganismo por apego aos produtos derivados de animais. Embora seus pensamentos e ideais alinhem-se com o movimento - seja a causa animal, ambiental ou de saúde -, a resistência em abandonar o sabor, a textura e os rituais de preparação da carne, do queijo e do peixe, por exemplo, as impedem de aderir a uma dieta à base de plantas.

Os alimentos industrializados que reproduzem tais características costumam ter o preço mais elevado e, assim como outros processados, não são a melhor escolha para a saúde. No entanto, eles estão longe de serem a única alternativa. Aliando a natureza aos conhecimentos humanos, é possível reproduzir alimentos semelhantes àqueles tão enraizados na cultura e no cotidiano, mas de forma saudável, ecológica e livre de crueldade. Um exemplo é a receita de peixinho da horta, que o Nosso Bem Estar compartilha abaixo.

O peixinho da horta

Nome popular do Stachys byzantina, o peixinho é considerado uma PANC (Planta alimentícia não convencional), ou seja, apesar de pouco conhecido na culinária, traz diversas possibilidades de preparo e benefícios a quem consome.

Tornou-se conhecido como peixinho devido à expressiva quantidade de óleo vegetal presente na sua composição química, que quando frito, remete ao sabor do lambari. Além disso, sua textura também lembra a do peixe.

Frequentemente utilizado como planta ornamental, o cultivo se dá por meio de touceiras, que devem ser plantadas em dias frescos diretamente no local definitivo. Por não florescer bem em temperaturas altas, seu plantio é mais comum nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país.

Além do sabor peculiar, o peixinho oferece diversos benefícios para a saúde. Possui teores significativos de potássio, cálcio e ferro, e é uma excelente fonte de fibras. Possui, ainda, alta capacidade antioxidante, que previne o surgimento de doenças.

Há muitas formas de preparar o peixinho da horta: frito, empanado, assado ou até como ingrediente base de uma lasanha. Para começo de conversa, explicamos uma receitinha básica vegana.

Peixinho da horta frito em travessa com limão e pastinha de abacate

Foto Laura Taufe

Receita de peixinho da horta à milanesa

Ingredientes

  • 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
  • 1/4 de colher (chá) de fermento em pó
  • Sal a gosto
  • Temperos a gosto (pimenta, páprica, açafrão, o que tiver em casa).
  • 1/2 xícara (chá) de água
  • 1 xícara de farinha de rosca ou panko
  • De 15 a 20 de folhas de peixinho da horta lavadas e bem secas
  • Óleo para fritar

Modo de preparo

  • Lave as folhas e seque-as com papel toalha.

  • Em um recipiente junte a farinha, o amido, o fermento e os temperos

  • Adicione a água e misture até ter uma massa homogênea

  • Passe as folhas nessa massa e, em seguida, na farinha panko ou de rosca

  • Frite no óleo bem quente até que fiquem douradas

  • Remova o excesso de gordura usando um prato com papel-toalha

  • Sirva com pedaços de limão ou com o molho que gostar.

    Siga o nosso Instagram e veja um videozinho da receita.

Com informações da Embrapa

Compartilhe

Fernanda Moraes

Fernanda Moraes

Estudante de Jornalismo, apaixonada por literatura, música e cinema. Através da arte, busca transformar a realidade em poesia.

Também pode te interessar

blog photo

Você conhece os benefícios do neem?

Não é raro encontrar árvores de neem ornamentando residências e até mesmo palácios na Índia, onde a planta é reverenciada por seus tantos benefícios

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Novo ano, novos hábitos

O início do ano é um ótimo momento para abandonar de vez o sedentarismo e encarar novos hábitos, como a prática regular de exercícios físicos

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Que tal acrescentar brotos ao seu cardápio?

O consumo de brotos e de germinados integram a chamada culinária viva, que vem ganhando cada dia mais e mais adeptos

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail