“O oceano vai mal”

O oceano está transbordando com nossos resíduos

Redação NBE

Redação NBE

09/03/2022
“O oceano vai mal” Maria Luiza Pedrotti - Arquivo pessoal

2 min de leitura

A gaúcha Maria Luiza Pedrotti sempre foi apaixonada pelo mar. Formou-se oceanóloga pela Universidade Federal de Rio Grande/RS e há 30 anos pesquisa sobre os oceanos.

Atualmente trabalha no Laboratório de Oceanografia da Universidade de Sorbonne, na França, onde desenvolve pesquisas sobre as consequências dos microplásticos nos oceanos. Confirma, nesta entrevista exclusiva para o Nosso Bem Estar, algumas revelações:

NBE - Qual o seu objeto de pesquisa?

Maria Luiza Pedrotti - Eu sou oceanógrafa e trabalho com ecologia do plâncton e biogeoquímica marinha. Minha motivação é entender melhor os processos que estruturam os ecossistemas marinhos e como a cadeia alimentar marinha organiza sua biodiversidade diante das múltiplas pressões ambientais.

Atualmente estou envolvida em dois projetos europeus (JPI Microplastix), e H2020 Labplas. Meu interesse científico são as interações entre os microplásticos e o plâncton marinho e também sobre a Plastisfera, considerada como um novo ecossistema criado pelo homem. São grupo de organismos colonizadores de plásticos, incluindo bactérias e fungos. Esses organismos podem ser tóxicos, patogênicos e invasores. Alguns utilizam os plásticos como fonte de energia (biodegradam os plásticos), ou simplesmente usam os plásticos para se transportarem e colonizar novas regiões marinhas.

NBE – Que mudanças notou neste tempo em que vens pesquisando sobre os oceanos?

Maria Luiza Pedrotti – Estudo há 30 anos, mas faz mais de meio século que o plástico invadiu nossa vida cotidiana e nossos oceanos.

Em nenhum outro lugar o plástico se tornou um problema maior do que nos oceanos.

É no mar que se acumula a maior parte dos resíduos, uma tragédia para os organismos que habitam as águas, para todo o ecossistema marinho e para os seres humanos que acabam ingerindo-os na forma de microplásticos.

NBE - Como você vê o futuro dos oceanos?

Maria Luiza Pedrotti - O oceano vai mal... Mudança climática, sobrepesca, invasão biológica, poluição por nossos resíduos e muitos outros problemas. Durante muito tempo, imaginamos o oceano como uma extensão infinita, capaz de absorver toda a poluição despejada pelo homem. Agora ele está transbordando com nossos resíduos químicos e plásticos.

NBE – Qual a principal importância dos oceanos?

Maria Luiza Pedrotti - O oceano tem um papel importante na regulação do clima de nosso planeta. Os oceanos absorvem cerca de 30% das emissões globais de dióxido de carbono, fazendo com que sejam essenciais na luta contra a mudança climática.

Quando falamos sobre os pulmões da terra, pensamos imediatamente na Floresta Amazônica. Na verdade, os oceanos são tão importantes quanto as florestas para oxigenar nossa atmosfera. Eles fornecem 50% do oxigênio que respiramos graças ao fitoplâncton, que produz oxigênio. Através da fotossíntese, esses organismos convertem o carbono inorgânico na água em compostos orgânicos. Sem o fitoplâncton, a terra seria simplesmente inviável.

Compartilhe

Redação NBE

Redação NBE

Nosso Bem Estar é uma rede de mídias com o propósito de ajudar você a viver bem, de forma natural, saudável e justa.

Também pode te interessar

blog photo

Dia da Terra pede atitude

Data é comemorada em 22 de abril

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Chile aprova os Direitos da Natureza

Objetivo é recuperar o equilíbrio biocêntrico

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Leonardo Boff em Caxias

Escritor vai falar sobre os Direitos da Terra

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail