Livro explica elo entre comida e meio ambiente para crianças

“Não queremos transmitir tristeza, mas sim a empolgação para poder agir neste momento”

Redação NBE

Redação NBE

11/10/2023
Livro explica elo entre comida e meio ambiente para crianças Freepik/NBE

2 min de leitura

O livro "O Que Vai Ter Para Comer? O que você coloca no seu prato pode mudar o planeta" (Editora Panda Books) nasceu de uma coincidência: em 2019, sem combinar e em datas diferentes, as duas autoras visitaram e se impressionaram com a exposição temporária Pratodomundo, no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

Pouco tempo depois, ambas haviam rascunhado projetos de um livro para abordar o universo da alimentação para crianças e adolescentes. E uma procurou a outra para comentar a ideia. Conhecidas de longa data, a chef de cozinha Ariela Doctors, diretora do Instituto Comida e Cultura, e a escritora e diretora audiovisual Maísa Zakzuk arregaçaram as mangas e decidiram escrever a obra a quatro mãos.

Capa do livro O que vai ter para comer?

“É desafiante falar para criança sobre segurança alimentar, desperdício, impacto das escolhas alimentares… Mas ao mesmo tempo pode ser um estímulo para que elas entendam como se dão as conexões no mundo, como todas as relações estão imbricadas umas às outras e como nossas escolhas alimentares, que se dão ao menos três vezes ao dia para quem pode, têm muito a ver com todo o resto, não só com a saudabilidade interna do próprio indivíduo mas também com a saudabilidade do entorno, do próprio planeta. É um desafio mas, ao mesmo tempo, pode ser um estímulo para um mundo mais justo e mais possível para a humanidade”, observa Ariela Doctors.

Em comum, as autoras expressam a preocupação com o futuro e com a forma de apresentar o tema para os pequeninos que, necessariamente, precisa focar na esperança e na ação.

“O livro não é sobre como o planeta está devastado ou ‘isto está na sua mão’, para não ter o efeito contrário. A criança tem de ficar, depois da leitura, apaixonada pelo tema, encantada em poder transformar aquilo que ela tem na mão, ainda mais em um país diverso como o nosso. Não é uma sentença de morte ao planeta. Estamos dizendo que está acontecendo isto aqui, mas a mudança ‘começa por você’ e estamos todos interligados ao mundo. Isso é importante porque talvez a criança não saiba que se ela jogar uma coisa no lixo haverá um impacto na natureza, que aquilo que ela coloca no prato pode ter impacto no desmatamento. Não queremos transmitir tristeza, mas sim a empolgação para poder agir neste momento, enquanto se é criança e enquanto há muita coisa para fazer no planeta”, completa Maísa Zakzuk.

Adquira "O Que Vai Ter Para Comer?" AQUI

Fonte - WD Made for Minds

Compartilhe

Redação NBE

Redação NBE

Nosso Bem Estar é uma rede de mídias com o propósito de ajudar você a viver bem, de forma natural, saudável e justa.

Também pode te interessar

blog photo

Programa adota famílias

Iniciativa convoca pessoas para se tornarem padrinhos de famílias atingidas pelas enchentes

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

De onde vem a solidariedade humana?

O primeiro passo para a solidariedade é a empatia, que permite tentar experimentar de forma objetiva e racional o que o outro sente

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Mobília para a reconstrução

O projeto Mobília do Bem é mais uma iniciativa de solidariedade para ajuda aos atingidos pelas inundações no RS

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail