6 dicas para ser um consumidor consciente

O consumidor consciente sabe que menos é mais no sentido de ajudar a reduzir sua pegada ecológica e seu impacto destrutivo no Planeta

Redação NBE

Redação NBE

27/04/2024
6 dicas para ser um consumidor consciente Freepik/NBE

2 min de leitura

Dá trabalho ser um consumidor consciente, mas se alguém ainda tinha dúvidas sobre sua importância, as manifestações extremas do clima vieram para declarar que não há outra saída.

O consumidor consciente reflete sobre seus valores e avalia constantemente os princípios que guiam suas escolhas e seus hábitos/impactos de consumo.

Nesta avaliação, precisam ser considerados muito mais do que as questões econômicas envolvidas, mas principalmente os impactos de suas escolhas de consumo sobre o meio ambiente e a sociedade.

Se você ainda não iniciou esta jornada, prepare-se para tempos de muita reflexão e descubra que a vida fica mais simples e barata. E você ainda corre o (bom) risco de virar uma referência positiva em sua comunidade.

Veja algumas dicas práticas:

1 - Planeje suas compras

Não seja impulsivo nas compras. A impulsividade é inimiga do consumo consciente. Planeje antecipadamente e, com isso, compre menos e melhor. Faça sempre a você mesma (o) a pergunta de ouro: “eu realmente preciso disto?”.

2 - Consuma apenas o necessário

Reflita sobre suas reais necessidades e procure viver com menos. Exercite o compartilhamento (saiba mais aqui)

3 - Reutilize produtos e embalagens

Não compre outra vez o que você pode consertar, transformar e reutilizar. Reaproveite alimentos e outros materiais ao máximo antes do descarte.

Pessoa com caixa de materiais recicláveis

4 - Separe seu lixo

Recicle e contribua para a economia de recursos naturais, a redução da degradação ambiental e a geração de empregos. Mais do que uma opção, isto deveria ser percebido como uma obrigação.

5 - Conheça e valorize as práticas de responsabilidade social das empresas

Em suas escolhas de consumo, não olhe apenas preço e qualidade do produto. Valorize as empresas e marcas em função de sua responsabilidade para com os funcionários, a sociedade e o meio ambiente. E não se constranja de boicotar empresas e marcas nocivas.

6 - Contribua para ampliar o consumo consciente

Adote uma postura ativa. Envie às empresas sugestões e críticas construtivas sobre seus produtos e serviços. Cobre dos políticos, exija de partidos, candidatos e governantes propostas e ações que viabilizem e aprofundem a prática de consumo consciente.

Compartilhe

Redação NBE

Redação NBE

Nosso Bem Estar é uma rede de mídias com o propósito de ajudar você a viver bem, de forma natural, saudável e justa.

Também pode te interessar

blog photo

Programa adota famílias

Iniciativa convoca pessoas para se tornarem padrinhos de famílias atingidas pelas enchentes

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

De onde vem a solidariedade humana?

O primeiro passo para a solidariedade é a empatia, que permite tentar experimentar de forma objetiva e racional o que o outro sente

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Mobília para a reconstrução

O projeto Mobília do Bem é mais uma iniciativa de solidariedade para ajuda aos atingidos pelas inundações no RS

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail