Um semeador de ideias

Exposição itinerante estará na Capela São Virgílio de 8 a 15 de maio

Redação NBE

Redação NBE

04/05/2022
Um semeador de ideias

2 min de leitura

A exposição José Zugno - Um Semeador de Ideias a Serviço da Vida Agrícola que retrata a vida e obra do agrônomo, naturalista, ambientalista, pesquisador, professor e escritor José Zugno será atração paralela do Filó Comunitário, que acontece na Capela São Virgílio, no Distrito de Forqueta, no próximo dia 08 de maio, às 15h.

O Filó integra o Projeto Forqueta Cultural, realizado pelo Ponto de Cultura Costurando Sonhos e pela Varsóvia Educação e Cultura.

A exposição será exibida junto ao Salão Comunitário da Igreja de São Virgílio, a mais antiga do Distrito de Forqueta, datada de 1880. A exposição vai permanecer no local até o dia 15 de maio.

A mostra conta com financiamento da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LIC) e apoio cultural das Empresas Randon S.A., Instituto Elisabetha Randon, Racon Consócios, Pátio da Estação. Também são parceiros deste projeto Mebrafe Soluções em Refrigeração Industrial e Associação dos Engenheiros Agrônomos da Encosta Superior do Nordeste – AEANE.

Mulheres e a colheita de tungue

José Zugno foi pioneiro no desenvolvimento técnico da área rural que resultou no município líder no Estado na produção de hortifrutigranjeiros, entre outras culturas destaque. Suas iniciativas foram um divisor de águas no aperfeiçoamento e diversificação de culturas, como a uva, e na qualificação técnica dos agricultores para a produção de alimentos, impulsionando o desenvolvimento agrícola no município de Caxias do Sul.

Mostra conta com painéis exclusivos

Esse processo vivido no meio rural, bem como outras ações na área urbana, é contado na exposição José Zugno - Um Semeador de Ideias a Serviço da Vida Agrícola através de painéis temáticos ricamente ilustrados por textos e imagens exclusivas coletadas ao longo de 60 anos, pertencentes ao seu vasto acervo pessoal.

A mostra em Forqueta contará com painéis exclusivos sobre o trabalho de José Zugno naquela região. Exemplo disto são as imagens de plantios e de colheitas de tungue, cultura que contou com grande inventivo do agrônomo como forma de complemento de renda para os produtores rurais. José Zugno foi sócio-fundador da Cooperativa dos Plantadores de Tungue Paulo Monteiro de Barros – Cotung –, em 1949, e seu diretor-presidente por mais de 30 anos.

Exposição José Zugno - Um Semeador de Ideias a Serviço da Vida Agrícola

A mostra é resultado de mais de dez anos de resgate, organização e catalogação do acervo de José Zugno realizados por seu filho Ricardo Zugno.

As iniciativas e ações do agrônomo e naturalista José Zugno (17/02/1924 – 09/02/2008) deixaram um imenso legado para a cidade de Caxias do Sul, tanto no meio rural como urbano. Mais do que fomentar uma agricultura técnica, José Zugno fomentou uma nova cultura de valorização da atividade do agricultor e do meio rural.

Os resultados positivos desta iniciativa marcaram o início da diversificação de culturas e da qualificação técnica dos agricultores na produção de alimentos no município de Caxias do Sul.

Fotos das plantações de tungue: crédito Stúdio Dal Ponte – acervo José Zugno

Compartilhe

Redação NBE

Redação NBE

Nosso Bem Estar é uma rede de mídias com o propósito de ajudar você a viver bem, de forma natural, saudável e justa.

Também pode te interessar

blog photo

Feira traz novidades para os setores PET e VET

Evento acontece de 29 a 31 de maio em Novo Hamburgo

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Animais são seres sencientes

A ciência confirmou o que muitos já sabiam

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

As cinco liberdades dos animais

Pets e animais de fazenda têm direitos

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail