Livro propõe turismo em Talian

"A Spasso a Caxias" (Um Passeio em Caxias) valoriza a cultura dos imigrantes

Redação NBE

Redação NBE

06/09/2022
Livro propõe turismo em Talian Divulgação

2 min de leitura

Tudo começou com uma brincadeira na internet em 2019. A artesã Roberta Maria Forner criou uma página no Facebook chamada Polenta Brustalada II – o nome já indica o DNA – com o objetivo de interagir com pessoas que se identificam com a cultura da imigração italiana, especialmente com a língua Talian.

Na “brincadeira”, os participantes precisavam decifrar charadas para identificar pontos turísticos de Caxias do Sul, nas áreas urbanas e rural. A língua usada nos diálogos para descobrir as charadas e descrever os locais é o Talian, contemplando o objetivo do grupo de praticar e manter viva a forma de falar dos imigrantes que povoaram a região.

A divertida turnê protagonizada pelos integrantes do grupo de Facebook é narrada no livro A Spasso a Caxias (Um Passeio em Caxias), em estilo crônica ficcional, que será lançado no próximo dia 8 de setembro em formato de live, através da Livraria Do Arco da Velha.


É um livro que expressa este espírito brincalhão dos italianos, conta um pouco da história e mostra a maneira de ser dos imigrantes.


Escrito por Roberta Maria Forner, traz conversações coletivas sobre assuntos variados, particularmente voltados aos usos, costumes e linguajares utilizados pelos imigrantes e seus descendentes.

O livro tem apresentação de João Wianey Tonus, revisão do Talian de Marcelino Dezen, ilustrações e design gráfico de Ernani Carraro. Foi publicado através de financiamento da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (LIC), com apoio cultural de Empresas Randon, Instituto Elisabetha Randon e Viezzer Engenharia.


A criação da língua Talian é resultado do contato linguístico entre os falares do norte da Itália e o português do Brasil, ao longo de décadas.


“É um livro que expressa este espírito brincalhão dos italianos, conta um pouco da história e mostra a maneira de ser dos imigrantes. A gente coloca as traduções para ajudar a compreensão, mas, desde o início da criação da página, as pessoas denotaram que gostam de interagir, mesmo que não estejam entendendo plenamente o Talian”, conta Roberta Forner. Descendente de imigrantes italianos, Roberta não aprendeu o Talian com os pais que, como muitos, não quiseram ensinar aos filhos uma língua discriminada até os anos 1990.

A criação da língua Talian é resultado do contato linguístico entre os falares do norte da Itália e o português do Brasil, ao longo de décadas. Além do Rio Grande do Sul, a língua é falada nos estados do Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, com variações, por vezes na mesma região.

Em 2014, foi reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural Imaterial e Língua de Referência Cultural Brasileira, passando a fazer parte do Inventário Nacional da Diversidade Linguística (INDL). Em 2021, foi publicada a gramática oficial do Talian: Talian par Cei e Grandi – Gramàtica e Stòria, de autoria de Juvenal Dal Castel, Loremi Penkal e João Wianey Tonus.


Compartilhe

Redação NBE

Redação NBE

Nosso Bem Estar é uma rede de mídias com o propósito de ajudar você a viver bem, de forma natural, saudável e justa.

Também pode te interessar

blog photo

Cuide de seus cabelos no verão

5 dicas para evitar o ressecamento

blog photo

Uma árvore comestível

Criativa, divertida, inclusiva e versátil

blog photo

O farol da Simplicidade Voluntária

Filósofos e indígenas indicam caminho

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail