A frutinha valiosa do Sul

Benefícios vão além de um sabor delicioso

Redação NBE

Redação NBE

01/06/2022
A frutinha valiosa do Sul Adobe Stock/NBE

2 min de leitura

A noz-pecã, ou noz pecan é originária do norte do México. Diferentemente da noz chilena, ainda hoje importada, a noz- pecã foi introduzida no Brasil a partir de 1870 e hoje é produzida nas regiões Sul e Sudeste.

O município de Cacheira do Sul é maior produtor de noz-pecã do Brasil e onde se localiza o maior pomar da fruta na América Latina.

É uma cultura que exige paciência. A nogueira começa a dar frutos entre três a seis anos após o plantio. A colheita inicia em abril e se estende até junho e julho.

Muito versátil e com sabor amanteigado, a noz-pecã pode ser usada tanto em pratos doces como salgados. Dela é possível extrair óleo e até a casca é útil, usada como chá para purificar o sangue, auxiliar o sistema digestivo e o controle da hipertensão.

A frutinha apresenta muitos benefícios, relacionados à saúde do coração, ossos, cérebro, olhos e cabelo. Possui zinco, ômega 3, ômega 6, vitamina c, potássio e arginina.

Um estudo realizado em 2021 por cientistas da Universidade da Geórgia mostrou que o consumo regular de uma pequena porção de noz-pecã pode baixar em dois meses os níveis de colesterol ruim (LDL).

O desconhecimento sobre os benefícios e o alto custo da noz-pecã ainda impede um consumo mais disseminado, mas vale lembrar que a quantidade diária recomendada por pessoa é pequena, cerca de 3 a 5 nozes, pois é um alimento bastante calórico.Noz pecã

E calor é muito bem-vindo nesta época de frio. Então vamos a uma receita deliciosa e fácil de preparar:

Receita de almôndega de ricota com nozes

Ingredientes

250 g de ricota

2 colheres (sopa) de iogurte natural

3 fatias de queijo minas picadas

1 alho

1/2 cebola picada

5 nozes picadas

sal a gosto

gergelim tostado (para empanar)

cheiro-verde e orégano a gosto

Modo de fazer

Em uma frigideira antiaderente, refogue o alho e a cebola.

Acrescente as nozes.

Misture a ricota com o iogurte até ficar um creme homogêneo.

Acrescente o queijo minas picado em pedaços pequenos.

Misture todos os ingredientes e tempere com sal, orégano e cheiro-verde a gosto.

Molde as almôndegas e empane no gergelim tostado, criando uma casquinha com as sementes.

Coloque as almôndegas em uma forma refratária untada e leve ao forno pré-aquecido (180ºC) por aproximadamente 10 minutos.

Compartilhe

Redação NBE

Redação NBE

Nosso Bem Estar é uma rede de mídias com o propósito de ajudar você a viver bem, de forma natural, saudável e justa.

Também pode te interessar

blog photo

Novo olhar para as mães na pandemia

Psicóloga optou por se especializar na área

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

DOC conta a história do SUS

O Brasil tem um sistema de saúde raro no mundo

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Dia Mundial Sem Tabaco

Data foi criada para refletir sobre malefícios do tabagismo

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail