Thich Nhat Hanh deixa legado precioso

O monge zen budista faleceu no Vietnam aos 95 anos, no dia 22 de janeiro de 2022

Redação NBE

Redação NBE

27/01/2022
Thich Nhat Hanh deixa legado precioso Reprodução Internet

3 min de leitura

Thai, como era chamado carinhosamente, foi um dos mestres zen mais influentes do mundo. Ensinou sobre atenção plena, compaixão e não-violência, deixando um legado imenso de sabedoria. Defendeu o que chamou de “budismo engajado”, incentivando seus alunos a se envolverem com movimentos pela paz e pela justiça social.

“Tudo na vida está ligado. Nada, nem ninguém pode existir por si só.” Ensinou Tich Nhat Hanh num belíssimo texto que foi capa do Nosso Bem Estar com o título Interser. Veja AQUI.

Thai também se dedicou a ajudar as pessoas a atravessarem suas limitações internas, através de técnicas simples e amorosas, como pode ser conferido neste texto de sua autoria:

Curar a criança ferida no seu interior*

Muitos de nós ainda temos uma criança ferida a viver dentro de nós.

Talvez as feridas nos tenham sido infligidas pelo nosso pai ou pela nossa mãe.

Ou o nosso pai pode ter ficado ferido quando era criança.

A nossa mãe pode também ter sido ferida em criança.

Porque não sabiam como curar as feridas da sua infância, transmitiram-nas a nós.

Se não soubermos como transformar e curar as feridas em nós, iremos transmiti-las aos nossos filhos e netos.

É por isso que devemos voltar à criança ferida em nós e ajudá-la a sarar.

Por vezes, a criança ferida em nós precisa da nossa atenção.

Essa pequena criança pode emergir das profundezas da nossa consciência; e pedir a nossa atenção.

Se estiver ciente, ouvirá a sua voz a pedir ajuda.

Nesse momento, em vez de contemplar um belo nascer do sol, volte para si mesmo e abrace ternamente a criança ferida em si:

Inspirando, volto para a criança ferida em mim; expirando, cuidarei bem da minha criança ferida".

Para cuidarmos de nós próprios, devemos regressar e cuidar da criança ferida dentro de nós.

Temos de praticar todos os dias para regressar ao seu filho ferido.

Devemos abraçá-lo ternamente, como se fosse um irmão ou irmã mais velho.

É preciso falar com ele.

E também, pode escrever uma carta à criança pequena que há em si, de duas ou três páginas, para dizer que reconhece a sua presença e que fará o seu melhor para curar as suas feridas.

Quando falamos de escuta compassiva, normalmente pensamos nisso como escutar outra pessoa.

Mas também temos de ouvir a criança ferida dentro de nós.

Está em nós aqui, no momento presente. E podemos curá-lo agora mesmo:

"Minha querida criança ferida, estou aqui para ti, pronta para te ouvir. Por favor, diga-me qual é o seu sofrimento, mostre-me toda a vossa dor. Estou aqui, realmente para a ouvir".

E se souber como voltar para ele, para o ouvir todos os dias durante cinco ou dez minutos, a cura terá lugar.

Quando escalar uma bela montanha, convide a criança dentro de si a escalar consigo.

Quando contemplar um belo pôr-do-sol, convide-o a desfrutá-lo consigo.

Se o fizer durante algumas semanas ou meses, a criança ferida em si sarará.

O cuidado é a energia que nos pode ajudar a fazer isto.

*Thich Nhat Hanh

Compartilhe

Redação NBE

Redação NBE

Nosso Bem Estar é uma rede de mídias com o propósito de ajudar você a viver bem, de forma natural, saudável e justa.

Também pode te interessar

blog photo

Dia do Abraço real e virtual

22 de maio é dia de comemorar

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Cultura de Paz Urgente!

“Não existe um caminho para a paz. A paz é o caminho”

Redação NBE

Redação NBE

blog photo

Projeto oferece oficinas de formação artística

Estudantes de 6 a 16 anos participam gratuitamente

Redação NBE

Redação NBE

simbolo Bem Estar

Receba conteúdos que te inspiram a viver bem

Assine nossa newsletter e ganhe um universo de bem-estar direto no seu e-mail