Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Crescimento pessoal

28/10/2020 08h00

O Dilema das Redes

“Dois tipos de indústria chamam clientes de usuários: a das drogas ilegais e a de softwares."

Por Nosso Bem Estar

Reprodução redes
Redes

O DILEMA DAS REDES

A frase acima aparece no documentário "O Dilema das Redes", disponível na Netflix, que se tornou obrigatório para quem quer entender sobre o vício e os impactos negativos das redes sociais sobre pessoas e comunidades. Sobre como funcionam as estratégias criadas para manipular emoções e comportamentos e para manter usuários conectados.

O documentário dirigido por Jeff Orlowski reúne ex-funcionários e executivos das maiores empresas do Vale do Silício, tais como Google, Facebook e Twitter, para falar sobre os perigos causados pelas redes sociais.

O Dilema das Redes mostra que o acaso não existe e as plataformas das Big Techs têm sido usadas para prever o comportamento humano e orientá-los conforme os interesses comerciais destas empresas, mesmo que para isto seja incitada a intolerância e a polarização política, resultando em ameaças às famílias, às democracias, às eleições e aos mercados.

Desde a escolha das cores até a organização de informações, tudo contribui para um ambiente virtual que nos leva a passar cada vez mais horas olhando para a tela do celular.   O motivo? As redes sociais precisam da nossa atenção. Cada ação que se realiza é cuidadosamente monitorada e registrada, desde as imagens que curtimos até quanto tempo olhamos para elas.  A partir dessas informações, desenvolve-se o “capitalismo da vigilância”.

Com o controle dos algoritmos, as empresas fazem o que bem entendem. O modelo de negócios destas empresas e a falta de regulamentação dessas mídias se contrapõem às incríveis possibilidades de relacionamento, aproximação e troca de informações entre os usuários, que surgiram das inovações tecnológicas. Os próprios criadores da tecnologia lamentam o rumo que  essa tecnologia tomou e manifestam esperança de que isto possa ser corrigido. Veja o trailer AQUI

X