Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Bem-estar

02/09/2020 08h00

Benefícios do colar de âmbar para bebês

Você já viu alguma criança utilizando colar de âmbar? Algumas têm nos braços, tornozelos ou pescoço e os benefícios são variados.

Por Nosso Bem Estar

Kelen Poloni
Cre%cc%81dito kelen poloni

Colar de Âmbar

As propriedades do âmbar

O ácido succínico, presente no colar de âmbar báltico, traz uma influência bastante positiva para o corpo humano. Esta substância melhora a imunidade, equilibra os ácidos absorvidos pela corrente sanguínea, além de ter propriedades analgésicas e anti-inflamatórias.

O ácido succínico do âmbar acelera o processo de cura natural e equilibra as energias corporais. Por esses motivos, o colar de âmbar báltico é um tratamento milenar alternativo para todas as idades.

O colar de âmbar é especial utilizado para os bebês porque o ácido succínico também é um poderoso relaxante neuromuscular. Em contato com a pele - como colar, pulseira ou tornozeleira -, o ácido é aquecido e liberado, sendo absorvido pelo organismo e proporcionando os benefícios mencionados.

Benefícios para bebês e crianças

Bebês, quando se aproximam dos seis meses de idade, aproximadamente, podem começar a chorar sem motivo aparente. O motivo geralmente são os dentinhos começando sua erupção nas gengivas.

O desconforto causado pela dentição é grande e pode ser aliviado com medicamentos, mas também com a utilização de colar de âmbar. O material pode aliviar os sintomas da nova fase do bebê, proporcionando tranquilidade para ele e sua mãe. Afinal, além dos benefícios já citados, o ácido succínico pode reduzir o processo inflamatório causado pela erupção das gengivas.

Por ser um calmante natural, além de analgésico e anti-inflamatório, o colar de âmbar é de grande ajuda nesta fase e em muitas outras. Sempre que a criança tiver febre, o colar pode ser utilizado, já que estimula o sistema imunológico e acalma o bebê.

Como utilizar o colar de âmbar em bebês

Para que os benefícios possam ser percebidos, o uso do colar de âmbar deve ser usado da forma correta. Confira abaixo o método adequado de utilização:

– o âmbar deve ficar em contato direto e contínuo com a pele de bebês e crianças, pelo máximo de tempo possível.

– proteja o colar de âmbar com tecidos, ou seja, ele deve ficar por baixo de camisetas, meias, calças, etc. Não o deixe exposto.

– as peças de âmbar podem ser situadas no pescoço, nos braços ou nas pernas. Para saber o local indicado para o seu caso, considere que ele deve ficar o mais próximo do local onde se deseja o efeito. Se for um desconforto na cabeça ou no pescoço, coloque-o em forma de colar no pescoço; para dores, artrites ou tendinites, seu local ideal de utilização são os braços (pulseira); para aliviar sintomas nas pernas e nos pés, situe o colar de âmbar no tornozelo.

O colar de âmbar que possui mais efeito é aquele com âmbar do Mar Báltico, que contém maior concentração de ácido succínico. Prefira este, se for possível.

Curiosidades sobre o âmbar

– há mais de três mil anos fala-se das propriedades terapêuticas do âmbar, apontado como uma pedra curativa muito cobiçada.

– as pessoas associam o âmbar à cor dourada, mas a pedra pode apresentar diversas colorações: amarelo-claro, amarelo-dourado, amarelo-mel, laranja, vermelho, marrom, preto, marrom, azul, verde, branco-leitoso, opaco e até transparente.

– o âmbar, entre os povos árabes, é considerado um amuleto, uma pedra capaz de afastar os maus espíritos e trazer mais alegria aos seus portadores.

também acredita-se que o colar de âmbar favorece a psiquê em todas as idades, servindo como pedra inspiradora que desperta a alegria de viver. Sendo assim, é indicada para melhorar o bem-estar, prevenindo casos de depressão.

 

 

X