Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Família

19/08/2020 08h00

Cuidados com os idosos no inverno

Saiba proteger e prevenir doenças, aumentando o conforto nos dias de baixas temperaturas.

Por Nosso Bem Estar

Nosso Bem Estar
Sec ago old people couple together connected(1)

Cuidados com os idosos no inverno

Com as baixas temperaturas, que se estendem até setembro, a atenção com as pessoas de mais idade deve ser redobrada. Afinal, elas sofrem mais com o frio e têm mais riscos de terem complicações como hipotermia, doenças respiratórias, queimadura na pele, infecções, surgimento ou agravamento de doenças crônicas, etc.

A hipotermia, ou seja, quando a temperatura corporal fica abaixo de 35°C, é recorrente entre os idosos e merece atenção e cuidados especiais. Para saber se a pessoa está hipotérmica, verifique se há cansaço extremo, fraqueza e tremores de frio. Em casos graves ocorrem tremores intensos, associados à dificuldade de fala, inconsciência e estado de choque.

Para tratar a hipotermia em primeira instância, é importante tirar o idoso do ambiente frio e livrá-lo de roupas úmidas ou molhadas, se for o caso. Em seguida, é recomendável oferecer algo quente para beber, de preferência chá (sem bebidas alcoólicas), além de envolver a pessoa em mantas e agasalhos. Converse, para que o idoso não durma, até que a emergência chegue para atendê-lo.

Como cuidar de idosos no inverno

A precaução sempre foi o melhor remédio. Então, recomenda-se seguir alguns cuidados para manter o conforto dos idosos nos dias mais frios, aumentando o bem-estar e mantendo a saúde deles:

Roupas - Atente para que as pessoas de mais idade estejam sempre bem agasalhadas, com roupas confortáveis e quentes, incluindo touca, luvas, cachecol, etc., especialmente quando forem sair de casa.

Refeições - Ofereça, nas refeições principais e nos lanches, bebidas quentes e alimentos apropriados para a estação, como chás, chocolate quente, sopas e caldos. Evite oferecer alimentos requentados.

Banho - Os banhos não devem ser demorados, e a temperatura da água deve ser adequada para evitar que cause queimaduras. Mantenha o ambiente do banheiro previamente aquecido com estufa.

Hidratação - Após o banho e durante o dia, a pele deve ser hidratada com produtos específicos para cada tipo, evitando que se torne ressecada e ainda mais frágil;

Cama - Os melhores cobertores para proteção dos idosos no inverno são aqueles que retêm o calor corporal durante o sono, para que o declínio da temperatura não faça as pessoas sofrerem com o frio. Se usar lençol elétrico, atente para desligar antes do idoso deitar na cama.

Atividade física - Para não haver sedentarismo por conta das baixas temperaturas, recomenda-se que haja passeios e caminhadas em locais fechados. Com a necessidade de isolamento, devido à pandemia, é importante manter as caminhadas, ainda que dentro de casa, praticar esteira ou bicicleta. Solicite orientações a um educador físico. Informe-se sobre sessões de fisioterapia em casa ou yoga dirigida para idosos em formato on line.

Vitaminas - Como nos dias mais frios há menos períodos ensolarados, com predomínio de baixas temperaturas e vento, é importante repor a vitamina D do organismo dos idosos, já que ela é produzida a partir de exposição solar.

Aquecimento – Mantenha o ambiente da casa aquecido, especialmente o local onde o idoso passa mais tempo. Se você tiver lareira em casa, o equipamento pode ser utilizado para aumentar a temperatura do ambiente e aquecer os idosos no inverno. Contudo, é preciso manter o idoso em distância adequada e segura da lareira para evitar acidentes. Em caso de fumaça, retire o idoso do ambiente, abra as janelas e ventile para evitar a contaminação por monóxido de carbono.

Ventilação – Procure ventilar o ambiente diariamente. Para isso abra a janela de cada peça e feche a porta para não esfriar a casa inteira. Uma hora por dia é o suficiente.

Visitas – Importantes para a saúde emocional do idoso. Em função da pandemia, é fundamental que os visitantes também estejam cumprindo um perfeito isolamento pessoal. Mas os familiares podem “visitar” os idosos através das redes sociais. Um simples telefonema pode mudar o dia de um idoso.

X