Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Beleza

12/03/2020 08h00

Como melhorar o aspecto da pele após o verão?

Se você se descuidou neste verão e exagerou na exposição ao sol, há algumas medidas importantes para aplicar agora e trazer de volta a vitalidade e a luminosidade para sua pele. Quer saber quais são elas? Vamos lá!

Por Nosso Bem Estar

Pixabay
Design sem nome(3)(1)

Como melhorar o aspecto da pele após o verão?

A importância de evitar o excesso de sol

Algumas ações caseiras e procedimentos estéticos podem ajudar a minimizar os efeitos e as manchas causadas pelo sol durante o verão. Entretanto, é essencial manter um cuidado ao longo de todo o ano para proteger a pele, evitar o envelhecimento precoce e não ter problemas no futuro, como o câncer de pele.

Além do câncer de pele, a alta quantidade de raios ultravioletas pode gerar outros danos. A queimadura é um deles. Quem já exagerou em um dia de sol na praia sabe que a situação pode ser bastante desconfortável, não é mesmo?

Outra complicação de ficar muito tempo no sol são as manchas na pele. Elas podem ser claras ou escuras e são uma defesa natural do corpo ao excesso de sol. As manchas costumam surgir nas áreas que ficam mais expostas aos raios, como rosto, mãos, colo e ombro.

Mais uma situação é o envelhecimento precoce. A radiação solar afeta as células e as fibras colágenas e aumenta os radicais livres, tornando a pele mais espessa e manchada. O processo também favorece o surgimento de rugas.

Para evitar esses problemas, é fundamental passar protetor solar com filtro adequado para as características da pele — quanto mais clara a cor dela, maior deve ser o fator de proteção. Além disso, recomenda-se evitar sol entre as 10h e às 16h, quando a incidência de raios ultravioletas é mais significativa. Caso não seja possível, além do filtro solar, a dica é optar por barreiras de proteção, como boné e camisetas de manga longa.

Dicas para recuperar a pele após o verão

Se mesmo com essas precauções, os dias de sol, praia e piscina afetaram a sua pele, há algumas atitudes para recuperar o corpo após o verão. Elas vão desde ações mais simples, que podem ser realizadas em casa, a estratégias mais elaboradas, com o uso de aparelhos e produtos específicos, e o acompanhamento de um profissional especializado.

A hidratação é uma das dicas. Esse cuidado deve ser tomado durante os dias de sol para garantir uma pele saudável durante toda a estação, já que o cloro da água de piscinas, por exemplo, retira a proteção natural da derme. Entretanto, mesmo que você não tenha adotado as medidas adequadas, ainda é possível melhorar a hidratação no pós-verão para minimizar os danos. As recomendações para isso são: evitar banhos quentes e demorados, optar por um sabonete neutro e investir em hidratantes específicos para o rosto e para o corpo.

A alimentação também tem um papel relevante para manter a cútis com um bom aspecto. Alimentos com alto teor de água, como melancia, contribuem para uma derme mais bonita e hidratada. Além disso, vale a pena apostar naqueles que contenham propriedades antioxidantes e que combatam os radicais livres, que são responsáveis pela morte celular e pelo envelhecimento. Alguns desses alimentos são: maçã, brócolis, couve, frutas cítricas e vermelhas, e abóbora.

Essas são algumas dicas simples para o dia a dia e que ajudam a garantir um corpo mais saudável e uma pele mais bonita, porém, essas soluções devem ser aplicadas com frequência e de forma duradoura.

Agora, se a situação for muita incômoda e você não deseja esperar tanto para ver os resultados, investir em procedimentos estéticos pode ser uma boa saída. Nos centros e clínicas de belezas, há algumas estratégias para melhorar a aparência da pele ao longo de todo o ano, inclusive no pós-verão.

A esfoliação é uma das técnicas recomendadas para isso, já que ela retira as células mortas e estimula o colágeno. O procedimento pode ser feito em casa, com produtos naturais, ou em clínicas especializadas. Contudo, é necessário realizá-lo de forma apropriada, sem exagerar na força e na quantidade de esfoliação ao longo do mês. O recomendado é que isso seja feito uma vez por semana, ou a cada 15 dias.

Quem deseja um resultado mais efetivo, pode optar pela luz pulsada. A técnica utiliza raios luminosos para tirar as manchas causadas pelo excesso de sol. Além disso, aumenta a produção de colágeno, agrega mais elasticidade e firmeza à pele, reduz poros dilatados e ajuda a suavizar rugas. O tratamento varia de acordo com o caso e é importante buscar um profissional especializado para realizá-lo de maneira correta, evitando lesões na derme.

Outra dica para melhorar a aparência da pele no pós-verão é o peeling de cristal. O procedimento é como uma esfoliação, que pode ser mais superficial ou mais profunda, dependendo do caso. Para alcançar uma pele mais lisa e sem manchas, há a utilização de um aparelho que faz a sucção na pele e libera os cristais. As sessões costumam ter 15 minutos de duração, e os resultados podem ser percebidos após cerca de 3 sessões.

Ainda, é possível utilizar dermocosméticos com vitamina C ou vitamina A e com fórmulas a base de ácidos para clarear a pele e se livrar das manchas causadas pelo sol. Contudo, tanto os procedimentos estéticos quanto o uso desses cosméticos devem ser feitos com orientação de um dermatologista, que avaliará o grau de hiperpigmentação e as características da pele para indicar o tratamento correto e garantir bons resultados.

Essas são as principais dicas para minimizar os efeitos do verão na pele, porém, vale lembrar que os cuidados devem ser constantes ao longo de todo o ano. Além de uma melhor aparência, a atitude evita o envelhecimento precoce e outras complicações devido ao excesso de sol.

 

 

X