Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Saúde Integral

07/12/2018 12h24

Dicas para vegetarianos e veganos

Saiba o que comer para manter o consumo de proteína ativo no seu cardápio, sem ingerir produtos de origem animal.

Por Nosso Bem Estar

Pxhere | Pixabay
Healthy 997541 1920 (1)

Saiba o que comer para manter o consumo de proteína ativo no seu cardápio.

Se você é vegetariano ou vegano e quer saber mais sobre consumo de proteína sem alimentos de origem animal em seu cardápio, leia o artigo abaixo e confira nossas sugestões para manter seu estilo de vida sem prejudicar a sua saúde.

Vida saudável sem carne

Primeiramente, é importante informar que é possível, sim, ter uma vida saudável sem carne. Segundo o Guia Alimentar Brasileiro divulgado pelo Ministério da Saúde, o consumo de carne não é mais essencial para a vida humana, e esse conceito engloba todos os tipos de animais popularmente consumidos, como frango, peixe, bovinos, suínos, etc.

Porém, vegetarianos e veganos devem ter maior atenção na escolha de seus ingredientes, para que haja o um bom consumo de proteína como se pessoa tivesse uma dieta sem restrições de alimentos. Afinal, as proteínas são essenciais para a manutenção de nossa saúde e elas não podem ser eliminadas.

Abaixo confira uma lista de alimentos gostosos, ricos em proteína, saudáveis e facilmente encontrados em supermercados e feiras, sempre lembrando o conselho de buscar orgânicos.

Arroz integral

Consumir a versão integral do arroz de cada dia garante 2,5% de proteína por porção. Para complementar ainda mais a dose proteica, adicione lentinha, grão de bico, ervilha ou feijão ao arroz das principais refeições.

Cogumelos

Você sabia que 100 gramas de cogumelo possui o equivalente ao consumo de proteína da mesma quantidade de carne vermelha? O alimento é saudável, pode ser acrescentado em diversas receitas e já possui preço bastante acessível.

Brotos

Vegetarianos e veganos, invistam nos brotos porque eles são riquíssimos em proteínas. Aposte em girassol, feijão, alfafa, etc. Além de proteicos, os brotos são fonte de magnésio e vitaminas do complexo B.

Sementes

As sementes também são importantes alimentos do cardápio de quem não consome carne, pois possuem ômega 3, substância importante para o organismo, presente em grande quantidade nos peixes.

Aposte nas sementes de girassol, abóbora, chia, pistache, amêndoas, etc., contudo fuja do tipo industrializado, que é rico em sal e não faz bem à saúde.

Folhas verde-escuras

O consumo de proteína de origem animal nos fornece a quantidade de ferro necessária para o bom funcionamento do organismo. Entretanto, vegetarianos e veganos podem obter o mineral pela ingestão de folhas verde-escuras, como a couve e os brócolis, incluindo-as nas refeições principais.

Coco

O coco é conhecido como carne branca por ser um alimento completo e rico em proteínas. Por esse motivo, é um excelente substituto de leite e seus derivados, carnes e ovos, possuindo inclusive superioridade.

O coco também é rico em gorduras boas, sais, hidratos de carbono e diversas vitaminas, mas a recomendação de consumo é in natura ou o seu leite.

Soja

A soja talvez seja a principal alternativa de substituição proteica da atualidade, porque também é bem completa e possui ômegas 3 e 6, além de fibras, minerais e vitaminas.

Além disso, ela é facilmente encontrada em diversas formas, como o leite, o queijo, a carne, etc.

Quinua

Reconhecida pela Organização para a Cultura e Alimentação como um alimento perfeito para o consumo humano, a quinua possui quantidade de proteína superior aos cereais, possuindo alto valor biológico.

Por esse motivo, é bastante consumida por pessoas que se abstêm de carne, mas especialmente por atletas e por quem deseja aumentar a massa muscular. Rico em vitaminas e minerais, esse grão é recomendado principalmente para idosos, crianças e por quem precisa fortalecer o sistema imunológico.

O segredo é a variedade

Vegetarianos e veganos, é importante que vocês saibam que o consumo de proteína sem ingestão de carne não deve ser feito por apenas um alimento, o segredo para a manutenção da saúde é a variedade. Ou seja, a combinação de diversos ingredientes é que fará a substituição adequada dos produtos de origem animal.

Sempre que possível procure um nutricionista para que as quantidades de cada alimento ingerido sejam respeitadas, visando a ingestão proteica precisa para suas necessidades.

X