Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Família

22/11/2018 14h30

Doação de órgãos

mitos e verdades sobre este ato fundamental que salva vidas

Por Nosso Bem Estar

Pxhere | Pixabay
Doacao orgaos

Saiba mais sobre doação de órgãos.

A doação de órgãos é um assunto delicado, porque está diretamente envolvido com a perda de entes queridos. Contudo, também é uma chance de salvar vidas. Por ser um assunto cercado de mitos, leia o abaixo para descobrir o que é verdadeiro ou falso.

 

 

 

 

A doação pode ser feita sem autorização prévia do doador

Verdade. Você pode avisar seus parentes e familiares próximos de sua vontade de doar os órgãos e tecidos após o falecimento, e eles assinarão a autorização quando a situação acontecer. É verdade também que você pode expressar a vontade em vida, por escrito, em seus documentos pessoais, mas quem realmente decide a doação são seus parentes (pais, filhos, avós, cônjuge e irmãos).

 

O corpo fica deformado após a retirada dos órgãos

Mito. A remoção dos órgãos é feita em cirurgia, portanto o corpo não fica desfigurado após o processo. Também é mito que o corpo precisa ser colocado em caixão lacrado. O sepultamento ou cremação pode ser feito de forma normal, sem necessidade de preparo especial por conta da doação de órgãos.

 

A doação pode favorecer diversas pessoas

Verdade. Doar órgãos salva vidas, no plural, porque um doador pode beneficiar até dez pessoas com seus órgãos e tecidos. São indivíduos que aguardam na fila de espera por um transplante, muitas vezes por anos.

 

Quase todos os órgãos podem ser doados

Verdade. Uma pessoa pode doar os seguintes órgãos: coração, fígado, pulmão, rins, pâncreas, intestinos, a camada superficial da pele, ossos, córneas e válvulas cardíacas. É por este motivo que a doação pode beneficiar tantas pessoas de uma vez!

 

Custa algum valor para doar órgãos

Mito. A família que aceitou a doação de órgãos do seu ente querido não precisa arcar com os custos da retirada. Porém, também não há ganhos envolvidos no processo, ou seja, os familiares não gastam, mas também não possuem compensação financeira com a doação.

 

A doação é aceita por todas as religiões

Verdade. Afinal, doar órgãos dos quais você não irá mais precisar é um ato de amor e solidariedade ao próximo, e estes são os princípios da doação religiosa. Até mesmo as religiões que são contrárias a transfusões de sangue aceitam o transplante de órgãos doados e não interferem na decisão de famílias da sua comunidade.

 

Existe um grupo de pessoas que não pode doar órgãos

Mito. Todas as pessoas são consideradas potenciais doadores de órgãos, independentemente de seu histórico médico ou idade. Contudo, é preciso avaliar a condição dos órgãos e tecidos, e isto é decidido pelo médico, por exames clínicos, de imagem e de laboratório, feitos imediatamente após a morte.

 

As pessoas de melhor condição financeira podem passar na frente na fila de doação

Outro mito! Todos os cidadãos brasileiros, de qualquer faixa etária e condição socioeconômica, são selecionados para doação por compatibilidade entre doador e receptor. Para evitar fraudes, o processo é feito por um sistema de computador seguro.

 

A recepção de órgãos faz a pessoa mudar de comportamento

Também é mito! Não é verdade que receber um órgão faz a pessoa ter comportamento semelhante ao do falecido, porque o órgão não traz consigo características estéticas ou emocionais do doador.

 

É verdade que a pessoa pode voltar a viver após a morte encefálica?

Não, não é possível que alguém viva após a constatação de morte encefálica, porque ela é irreversível. A morte do cérebro é atestada por dois médicos que seguem os critérios estipulados pelo Conselho Federal de Medicina.

Estes critérios visam a comprovação da ausência de reflexos do cérebro por dois exames clínicos e um teste gráfico. Comprovada a morte encefálica, é possível proceder com a doação de órgãos.

Se você já é um potencial doador de órgãos, parabéns! Se ainda não é, esperamos que você mude de ideia após ler estes mitos e verdades, pois várias pessoas podem depender de você para viver!

X