Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Crescimento pessoal

19/07/2018 09h30

Memórias Traumáticas

Por que algumas pessoas se comportam de determinada maneira?

Por Eduardo Wunsch

Pixabay
Cabec%cc%a7a trauma

Vivemos uma vida de altos e baixos, temos momentos felizes e outros difíceis, isso vale para todos.

Todos nós já sofremos e/ou sofreremos emocionalmente de uma forma ou de outra. Afinal, isso faz parte da nossa existência. Mas por que aquele homem tem tanto medo de cachorros, a ponto de fazer quase uma volta inteira na quadra só para evitar passar perto de um? Por que aquela mulher resiste tanto em sair de casa, ou sofre de um medo desproporcional quando consegue? Por que aquela outra mulher só escolhe homens que a deixam tão angustiada nos seus relacionamentos? E ainda, por que aquele rapaz tem tanta dificuldade de lidar com o seu chefe e tem ataques de raiva em casa?

Vivemos uma vida de altos e baixos, temos momentos felizes e outros difíceis, isso vale para todos. No entanto, algumas pessoas, ao se depararem com uma dificuldade, desenvolvem sintomas e comportamentos que acabam trazendo sofrimento e prejuízo na qualidade de vida. Em certos casos, ao mudar a situação, as reações desaparecem espontaneamente e a vida volta ao normal. Porém, em outros, isso não acontece porque, muitas vezes, a dificuldade continua pressionando o indivíduo para além do que ele pode suportar.

As experiências pelas quais passamos desde a infância formam um conjunto de memórias que irão regular as nossas reações e emoções frente a tudo que encontramos e pensamos. Porém, quando existem memórias traumáticas, o cérebro pode ativá-las na medida em que reconhece alguma similaridade entre o presente e o passado. Neste caso, a situação é influenciada pela memória traumática, independente de ela ser consciente ou não. Se existe um sintoma emocional, provavelmente ele está sendo sustentado por uma ou mais experiências negativas.

Nem sempre há uma relação clara entre os acontecimentos negativos e os sintomas manifestados no presente. As memórias traumáticas, que estão carregadas de emoções, comportamentos, crenças e sensações inadequadas, podem ser rastreadas e ressignificadas através de abordagens psicológicas. Quando mudamos as memórias que regem nossas emoções negativas, também mudamos a forma de enxergar o mundo. Ao nos livrarmos daquelas memórias intrusas, ficamos livres para seguir nossos próprios caminhos.

Eduardo Wunsch é psicólogo

X