Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Bem-estar

10/07/2018 09h30

Que ar estamos respirando?

O ar condicionado é um conforto, mas pode ser a causa de muitos problemas de saúde.

Por Nosso Bem Estar

Pixabay
Dicas compra ar condicionado 696x355

Sem limpeza regular, o filtro acumula poluentes, fungos e bactérias que, com o tempo, prejudicam a qualidade do ar dentro de casa.

Os aparelhos de ar condicionado precisam de limpeza regular, como qualquer outro equipamento, com um agravante: por ele passa o ar que respiramos! Se ele não receber os devidos cuidados, pode ser fator predisponente de algumas doenças.

Sem limpeza regular, o filtro acumula poluentes, fungos e bactérias que, com o tempo, prejudicam a qualidade do ar dentro de casa. Quem tem alergia costuma até mesmo aumentar sua suscetibilidade. Além disso, o simples ressecamento das mucosas pode prejudicar bastante nossa saúde.

Quais cuidados devemos tomar?

  • Limpe sempre o filtro: seja de três em três dias, semanalmente ou a cada quinzena, é muito importante que exista uma limpeza constante para evitar a proliferação de microorganismos que possam ser prejudiciais à saúde.
  • Troque os filtros: sim, os filtros também possuem uma vida útil. Troque-os de seis em seis meses ou quando julgar necessário.
  • Faça manutenções constantes: a manutenção regular é essencial. Não só do ar-condicionado, mas, do cômodo como um todo. Se o quarto ou ambiente estiver sujo, o ar-condicionado poderá fazer mal.
  • Chame um técnico: anualmente, chame um técnico para revisar seu aparelho e te notificar se houveram problemas com a absorção de umidade ou consumo de energia.
  • Ajuste a umidade: a umidade ideal que deve permanecer no quarto para evitar o ressecamento das mucosas é entre 50% a 60%. Se você não tem certeza, que tal colocar um pouco de água em um pequeno pote no quarto só pra garantir?
  • Abra as janelas e deixe o sol entrar: após uma noite com o ar-condicionado, abra as janelas e deixe que o ar entre, para que exista uma troca de umidade que preserve o seu bem-estar e o do ambiente.
  • Enrole-se: se você costuma dormir com o ar-condicionado ligado, uma boa ideia é se tapar para não passar frio demais a noite.

Purificador de ar

Embora sejam duas coisas diferentes, alguns ares-condicionados já possuem purificadores de ar que prometem eliminar fungos, poeira, poluição e bactérias em até 99%. No entanto, você não deve confiar totalmente nisto. Este 1% é o suficiente para adoecer alguém, principalmente se o quarto pertencer a crianças pequenas que não possuem uma imunidade desenvolvida por completo.

Embora a presença do purificador de ar possa minimizar a troca de impurezas com o ambiente externo, mantenha em mente que a higienização do ambiente é o mais fundamental.

Pense bem: não deixamos de lavar os pratos, de limpar a TV ou de arrumar o quarto diariamente né? Por que deveríamos negligenciar a limpeza de um aparelho que está em contato constante com o ar que respiramos?

X