Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Planeta

03/07/2018 09h30

Vamos nos apoiar?

Por que é legal incentivar os projetos alheios? Saiba como sua atitude pode ser positiva nesse processo!

Por Nosso Bem Estar

Pxhere | Pixabay
Capa jul ing 33594 96931

Oferecer apoio a quem se dedica ao talento ou a um propósito de vida e busca realização pessoal ou financeira a partir disso, é algo extremamente importante.

Com a correria do dia a dia, muitas vezes, não nos damos conta dos talentos e projetos das pessoas que estão ao nosso redor. Quando isso acontece, geralmente, deixamos de apoiá-los e de incentivá-los.

Fazer algo que gosta é importante para se sentir satisfeito e, assim, alcançar a felicidade. Algumas pessoas encontram isso na profissão, outras aproveitam o tempo livre para se dedicar a projetos de bem-estar social, cultura, gastronomia, ecologia e, até mesmo ao desenvolvimento de algum talento - algo que proporciona satisfação pessoal, como um hobby.

Você, provavelmente, conhece alguém que se enquadra nessas descrições, certo? Que canta ou toca algum instrumento; que promove ações para benefício de outros seres, que faz comidas bonitas e saborosas; que tem talento para desenho/escrita ou fotografia. Você já apoiou essa pessoa no desenvolvimento dessas habilidades? Lembre-se: isso não precisa ser feito apenas financeiramente. Uma palavra de estímulo, por exemplo, é algo bastante positivo. Continue a leitura e veja a importância dessa atitude!

A importância do apoio aos projetos dos outros

Oferecer apoio a quem se dedica ao talento ou a um propósito de vida e busca realização pessoal ou financeira a partir disso, é algo extremamente importante. A realização de um desejo ou sonho não é fácil, por isso, as pessoas precisam de apoio, motivação para percorrer esse caminho – e, uma delas pode ser o incentivo de amigos e familiares.

Muitos atores, pintores, chefs de cozinha, empreendedores, escritores, entre outros profissionais que conhecemos não alcançaram o sucesso de um dia para outro. No entanto, provavelmente, tiveram o suporte de amigos, familiares, parceiros e outras pessoas, que os auxiliaram em alguma etapa da vida para que não desistissem e seguissem adiante.

É claro que a concretização de um projeto pessoal passa por inúmeras etapas, sendo necessário o desejo de levá-lo adiante, como uma atividade profissional ou não, além de motivação, dedicação, persistência, oportunidade, etc.. Entretanto, contar com o suporte e estímulo das pessoas que estão ao redor é um fator relevante para isso.

A importância do incentivo aos projetos alheios não fica apenas no círculo familiar e de amizade. Apoiar a comunidade local, também é, algo bastante positivo, pois estimula a economia no bairro, gera renda, emprego, além de desenvolver novos negócios.

Isso pode ser aplicado em sua rotina quando opta por comprar um presente de uma artesã do bairro ou encomendar um bolo caseiro em vez de comprá-lo em uma confeitaria famosa, por exemplo.

Estamos rodeados de pessoas que produzem e criam itens customizados, feitos à mão e exclusivos. Pessoas que se dedicam à arte em forma de teatro, pintura, música, desenho, filmes, fotografia, etc. Também há aqueles que organizam e lutam por causas sociais, ambientais e de proteção aos animais, encontrando nessas áreas o sentido para sua vida.

E para aqueles que estão pensando em pôr em prática seus projetos pessoais, fica a dica:  quando dividimos nossos projetos com outras pessoas, temos a oportunidade de avaliar melhor a realização deles com opiniões e ideias externas, que podem complementá-los e aprimorá-los. Outro fator importante é que, ao dividir os sonhos e objetivos com alguém de confiança, o idealizador tem ajuda e uma motivação maior para atingir aquilo que foi proposto.

Como incentivar esses projetos?

Você deve estar se perguntando como fazer isso, certo? Encorajar as pessoas com palavras positivas e elogios é algo benéfico, mas há ainda outras atitudes:

  • Escute as pessoas: antes de qualquer coisa, é preciso conhecer os desejos, sonhos e talentos de seus amigos e familiares para, assim, conseguir apoiá-los na realização desses objetivos.
  • Faça elogios ao trabalho realizado: reconhecer o talento e parabenizar alguém pelo trabalho é algo bastante positivo e motivador. Isso pode ser feito pessoalmente ou através de comentários pelas redes sociais.
  • Ajude a divulgar o trabalho: artesãos, pequenos negócios locais e artistas, geralmente, não contam com verbas para divulgação e propaganda. Por isso, compartilhar os produtos, serviços e apresentações teatrais ou musicais em suas redes sociais e entre amigos é uma forma de ajudá-los.
  • Adquira os produtos e serviços: se seu amigo, vizinho ou alguém do bairro produz algo que você está precisando, dê preferência a eles em vez de adquirir os produtos em grandes lojas em outras localidades. Isso incentiva os produtores locais e estimula e economia da região.
  • Prestigie a cultura: ir a shows, peças de teatro, feiras, exposições, mostras de cinema, é uma forma de prestigiar e demonstrar apoio aos produtores.
  • Apoie financeiramente: alguns projetos só podem ser viabilizados com apoio financeiro de terceiros. É o caso, por exemplo, de produção de livros independentes, de filmes e curtas-metragens, mostras fotográficas, causas sociais, entre outros. Para obter o montante necessário e realizar os projetos, muitas pessoas utilizam as plataformas de crowdfunding ou financiamento coletivo.

 

As redes sociais contribuem para o incentivo de projetos alheios

As redes sociais se tornaram uma grande vitrine do trabalho de artistas, pequenos negócios e idealizadores de causas sociais. Se, antes, um produto ou serviço era anunciado através da divulgação boca a boca ou de panfletos e jornais de bairro, hoje, isso ganhou uma dimensão maior.

Plataformas, como o Facebook e o Instagram, são ideais para conhecer e compartilhar o trabalho de pessoas de diversas áreas - ilustração, fotografia, confecção de roupas, acessórios e objetos decorativos, produção de bolos, doces e salgados, entre outras atividades.

Pelas hashtags disponíveis na rede, é possível encontrar, divulgar e apoiar movimentos de artistas e pequenos produtores. Expressões como “#feitoamão”, “#compredopequeno” ou “#compredequemfaz” são alguns exemplos disso.

O Youtube também é uma excelente ferramenta para que os artistas consigam maior visibilidade. Por lá, é possível conhecer o trabalho de cantores e bandas do cenário independente, produções cinematográficas, entre outros.

Por isso, se você conhece ou segue alguém pelas redes sociais que se dedica a essas atividades e gosta do que é feito, curta, comente e compartilhe as publicações para prestigiar o projeto e contribuir para que outras pessoas também conheçam o trabalho.

 

Exemplos de rede de incentivo

Quem deseja ajudar o comércio local e apoiar os projetos alheios também pode participar das redes de incentivo pela internet. Elas estimulam a compra dos produtos de artesãos, artistas e pequenos produtores, impulsionando a economia sustentável. Conheça alguns exemplos!

1 - Compro de quem faz

É um movimento a favor de artesãos e artistas criativos independentes. Foi criado para incentivar as pessoas a comprarem dos produtores locais e valorizar o trabalho deles. Além de adquirir produtos e serviços, você pode apoiar o manifesto e divulgar a ideia para outras pessoas em suas redes sociais e grupos de amigos.

2 - Compre do pequeno

Seguindo a mesma lógica do movimento anterior, o Compre do Pequeno tem o objetivo de estimular o comércio local de produtos e serviços, como restaurantes, pequenos supermercados de bairros, salões de beleza, padarias, lojas de presentes artesanais, entre outros.

3 - Compre das mães

O termo e a hashtag “compredasmães” ajuda a divulgar o empreendedorismo materno nas redes sociais, principalmente, no Instagram. É uma forma de apoiar e conhecer o trabalho de mulheres costureiras, artesãs, doceiras, fotógrafas, que investiram em pequenos negócios para ter mais tempo com os filhos.

Muitas vezes, ficamos atentos, apenas, aos nossos problemas e projetos pessoais, sem reparar nas dificuldades e desejos de outras pessoas. Contudo, perceber, ouvir e incentivar os projetos alheios são atitudes que podem contribuir para que você crie uma rede positiva ao seu redor. As pessoas que se dedicam àquilo que gostam, seja por hobby ou profissão, são mais felizes e realizadas, afinal, encontram satisfação na vida.

Além do mais, ao divulgar e comprar de artistas e pequenos negócios, você contribui com a economia local e sustentável, que não leva em conta apenas o lucro de grandes empresas, mas, sim, a qualidade dos produtos, de vida e bem-estar de quem os produz.

 

Você apoia os projetos alheios? Conte para a gente! Até a próxima.

 

O PODER DE ELOGIAR

Dar e receber elogios aumenta a autoestima e promove laços entre as pessoas

Com tanta competitividade, exigir, cobrar, criticar, lançar o olhar apenas para o erro das pessoas tornou-se normal. Esse comportamento viciado não tem a mesma eficácia na construção de um mundo melhor do que o seu oposto: apoiar, ajudar, contribuir e, principalmente, elogiar. Descubra a força que o elogio pode ter na nossa vida e na dos outros.

Benefícios:
- Aumenta a autoestima
- Promove a integração do indivíduo em um grupo ou contexto.
- Cria e fortalece laços.
- Enaltece as qualidades do indivíduo.
- Serve como ferramenta educacional, promovendo as mudanças comportamentais, pessoais e profissionais, pois valida uma escolha.

Como fazer
- Elogie no momento: não deixe para depois aquilo que se deve valorizar de imediato.
- Expresse bem o comportamento, a competência e a atitude ao elogiar.
- O elogio deve ser específico em relação a determinada tarefa.
- Elogie de forma espontânea e sem ser exagerado.
- Elogie frequentemente.

O reforço positivo funciona melhor que a punição para educar, já que a dopamina é liberada pelo cérebro nos momentos de satisfação.

X