Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Saúde Integral

27/02/2018 09h30

Benefícios do Inhame para a saúde

Saiba mais sobre este alimento barato, fácil de encontrar, de fazer e que traz enormes benefícios para a saúde.

Por Nosso Bem Estar

Pxhere | Pixabay
Nhame

O inhame é rico em vitaminas A, complexo B e C, amido, cálcio, carboidratos, proteínas, potássio, ferro, fósforo e fibra dietética.

É difícil imaginar que algo tão comum em feiras ou mesmo em nossas casas possa gerar tantos benefícios à saúde. Isso porque estamos acomodados às nossas respectivas dietas baseadas em duas opções: gosto e não gosto.

Esse tubérculo de muita história é mais consumido nas regiões Norte e Nordeste e foi, ao longo do tempo, carinhosamente chamado de inhame-branco, taro e taioba-de-são-tomé.

O que muita gente não sabe é que o inhame é rico em vitaminas A, complexo B e C, amido, cálcio, carboidratos, proteínas, potássio, ferro, fósforo e fibra dietética.

Veja mais alguns benefícios do inhame que, além de saboroso, contribui para a manutenção da saúde no nosso organismo.

Bom pro coração

O inhame é rico em vitaminas do complexo B, em especial a B6, famosa por reduzir o risco e prevenir o estabelecimento de doenças cardíacas. Também é fonte de potássio - substância que ajuda a controlar a pressão arterial e reduz a possibilidade de problemas nos rins.

Protege e melhora a visão

Você pode encontrar até 30% da sua dose diária de vitamina C em uma porção de 100g de inhame. Seu consumo pode prevenir cataratas e degeneração macular, precedentes de cegueira. Essas doenças estão presentes em pessoas com mais de 50 anos.

Além disso, a quantidade de vitamina A presente em 100g desse tubérculo auxilia na melhora da visão noturna e hidratação ocular.

Contribui para o desenvolvimento ósseo

Por ser uma fonte de cálcio, seu consumo é bastante associado à prevenção de má-formação óssea durante a gestação e na prevenção de osteoporose e artrites.

Auxilia o sistema nervoso

Se você tem problemas de memória, considere o inhame na sua dieta. Por ser rico em vitaminas do complexo B, potássio, fósforo e proteínas, promove uma circulação sanguínea mais adequada e, consequentemente, leva mais oxigênio ao cérebro, estimulando um bom funcionamento do sistema nervoso.

Ele também previne e controla o mal de Alzheimer, pois é fonte de vitaminas B6 e B9. Além disso, o tubérculo possui uma substância chamada diosgenina, convertida no hormônio DHEA – relacionado ao Alzheimer – que sofre diminuição à medida em que envelhecemos

Combate a diabetes

O temido diabetes pode ser combatido todos os dias, começando na sua mesa e finalizando com uma boa caminhada ou corrida. A ingestão diária de inhame, por ser um alimento de baixo índice glicêmico, pode ser uma opção para prevenção e até mesmo na dieta do diabético, a fim de melhorar seu quadro.

Ajuda a emagrecer

Não é mágica, claro. Mas, as fibras dietéticas do inhame atuam no controle da fome, gerando mais saciedade. Por ser um alimento de baixa caloria, pode ser indispensável em uma dieta. Para mais informações, consulte um nutricionista.

Cuida da sua pele

A vitamina A funciona como hidratante e auxilia na eliminação de radicais livres que resultam em envelhecimento precoce. Outra vantagem, principalmente, para quem sofre de acne leve ou ressecamento.

Livre como um pássaro

Ninguém gosta de adoecer, isso é fato. A ingestão do inhame fortalece o sistema imunológico, responsável pela defesa e manutenção do organismo.

Se você planeja seguir uma dieta onde o consumo de inhame é diário, beba bastante água. Como é rico em fibras, a falta de água pode ser fator para constipação.

X