Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Bem-estar

07/09/2017 06h30

Fisiognomonia

É como se no rosto, tivéssemos um manual de como será a nossa vida!

Por Fábio Pellozzo

Pixabay
M32 people 305836 960 720

Um manual bem a nossa frente

Você sabia que os antigos chineses, só de olhar para o seu nariz, sabiam se você tinha caráter ou não, se teria uma boa saúde ou se viveria doente, e mais, se poderia acumular riquezas durante a sua vida?

Ao estudar a Fisiognomonia, um estudo antigo e milenar, descobri que existem 12 pontos em nosso rosto, os chamados 12 “Palácios”, que segundo eles eram pontos mestres para sabermos se uma pessoa teria ou não uma vida “boa”.  O Nariz está bem no centro do nosso rosto, e ele nos fala da nossa saúde, das nossas finanças, do nosso caráter e diz também como estaremos entre nossos 41 e 50 anos. Difícil de imaginar, não? 

Dizem que quanto maior for o nariz no rosto de uma pessoa, maior a necessidade que ela tem de ser notada, e o contrário é verdadeiro, quanto menor, menor a necessidade de aparecer. Manchas escuras nas laterais do nariz podem indicar problemas nos ossos, se ele ficar avermelhado ou aparecerem veias do nada, pode indicar problemas no sangue. A ponta do nariz simboliza a riqueza, enquanto a asa, a capacidade de fazer dinheiro. Começa a fazer sentido quando vemos, por exemplo, que pessoas com os narizes mais largos conseguem administrar melhor seus bens e pessoas com narizes mais finos não. Ah, eles dizem também que, se você altera cirurgicamente o seu nariz, você altera a sua personalidade. Pensando assim, fica fácil de entender como Michael Jackson acumulou riqueza e perdeu toda sua fortuna, pois quando mais novo, possuía um nariz forte, com a ponta redonda e abas abertas e, após inúmeras cirurgias, seu nariz havia se tornado fino, quase sem abas e meio empinado (empinado simboliza arrogância e falta de cunho administrativo para cuidar do dinheiro).

Para os orientais, o nariz da esposa também reflete o marido, quando ela tem marcas de nascença, pintas ou verrugas, além de indicar uma possível falta de saúde, também pode indicar uma terceira pessoa em seu relacionamento.

A fisiognomonia não para por aí, ela estuda minuciosamente cada parte do nosso rosto e do nosso corpo, podendo detectar traumas de família, problemas com pai e mãe, seu temperamento, a SUA VIDA! É como se no rosto, tivéssemos um manual de como será a nossa vida!!!

O Visagismo, uma vertente mais nova da fisiognomonia, fala da transformação da nossa imagem pessoal para expressarmos melhor o que viemos fazer aqui, para nos empoderar e diz que refletimos o que sentimos em nossa imagem. Tudo bem que estamos acostumados a julgar (ou pelo menos tirar uma breve impressão) das pessoas assim que as vemos, através das roupas, do seu estilo, do seu penteado, mas até então ter uma visão aprofundada de alguém só por olhar em sua foto? Isso é Mágico!

E pensar que este estudo é utilizado há milênios para escolha de governadores, líderes, na formação dos exércitos antes das batalhas, e até nos antigos casamentos chineses! Antigamente só a mulher chinesa poderia dizer se o casamento iria para frente ou não, e como os casamentos eram arranjados entre famílias, os fisiognomonistas eram enviados às casas dos noivos para verem se eles eram compatíveis e se o casamento seria próspero e feliz. Conheço muitas pessoas que adorariam saber disso tudo antes de terem casado.

E eu, que pensava que o nariz só servia para sentir cheiros e respirar…

X