Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Saúde Integral

30/08/2017 06h30

Pathwork®

A crise é uma tentativa da natureza por mudanças

Por Gina Raquel Martin

Pixabay
M23

Autoconhecimento essencial para mudanças

Em algum momento, todos nós nos questionamos sobre o sentido da vida e percebemos um anseio interior por um estado de consciência mais pleno e uma capacidade maior para viver. Isso acontece porque ao longo da nossa existência, desde muito pequenos, fomos nos distanciando de nós mesmos,   encobrindo sentimentos que não eram bem aceitos em nossas famílias e nos adaptando às convenções sociais, tentando corresponder às expectativas dos pais e/ou pessoas dais quais dependíamos.

E assim, desenvolvemos nossas máscaras, entendidas aqui como as defesas construídas para proteger/ esconder a nossa criança ferida e tudo aquilo que acreditávamos que era feio ou inadequado. Para sermos amados e pertencermos, reprimimos e substituímos sentimentos considerados negativos por aqueles que são considerados bem vistos. E assim  fomos crescendo e reforçando cada vez mais as nossas aparências, nossas máscaras e nos distanciando do nosso eu real, passamos a buscar fora de nós a felicidade que tanto almejamos.

Porém, aquilo que foi reprimido não está resolvido e mais cedo, ou mais tarde esses aspectos criarão situações que trarão à tona tudo que está nos níveis inconscientes e  vão gerar as crises. A crise é uma tentativa da natureza por mudanças. Qualquer que seja a forma como se manifeste, a crise procura romper velhas estruturas, construídas sobre conclusões falsas. Ela dilacera e rompe, o que é muito doloroso, porém necessário. Costumamos ver as crises como algo negativo e, devido a isso, lutamos muito para evitá-las, como se assim, pudéssemos garantir cem por cento de felicidade. Mas o que acontece é justamente o contrário: quanto mais resistimos, mais dor e sofrimento sentimos.

Precisamos olhar para a crise como uma oportunidade de mudança. E vida é mudança.  Então, cada conflito, dor ou crise é uma mensagem do âmago do nosso ser mais profundo nos convidando a buscarmos nosso verdadeiro eu. Ao enfrentarmos com coragem e profunda honestidade aquilo que somos e estamos vivendo nesse momento, olhando, sem defesas ou julgamentos para aquilo que preferíamos não ver, estaremos liberando energias criativas e poderosas que vão progressivamente nos permitindo viver sem confusões torturantes.

Desta forma, seremos capazes de sentir e expressar mais contentamento, prazer e felicidade, teremos cada vez mais consciência do nosso eu espiritual e do potencial criador que temos. E assim, cumpriremos com o propósito da vida terrena, que é o nosso autodesenvolvimento. Quando nos alinhamos com isso, nossa vida se torna significativa e plena de realização.

 

O PATHWORK® PODE AJUDAR

Muitos e diferentes recursos podem nos ajudar nessa jornada. O adequado para cada um é aquele que toca o teu coração e que te ajuda a ser uma pessoa melhor.

O Pathwork® , metodologia de autoconhecimento e  desenvolvimento espiritual, é um dos caminhos. Segundo seus ensinamentos, a inconsciência  sobre a nossa luz e sobre a nossa sombra é a fonte de todo sofrimento humano e de todos os conflitos: internos, entre pessoas e entre nações.

Descobrir e nos responsabilizar por quem somos amplia nossa criação consciente por nossas vidas e nossa felicidade em sermos inteiros. O Pathwork® nos mostra, passo a passo, como trazer esses aspectos à consciência, lidar com eles, aceitá-los sem ser coniventes, reconhecer seu efeito sobre nossa vida e transformá-los. Somos aos poucos orientados na direção da plena responsabilidade para perceber que não somos vítimas, que as situações de nossa vida foram criadas por nós, consciente ou inconscientemente. E que, assim como as criamos, podemos mudá-las e tornar nossa existência cheia de alegria, paz, harmonia, prazer, realização em todos os aspectos.

O trabalho do Pathwork®   é realizado através de encontros em grupo conduzidos por Facilitadores ou em atendimentos individuais por Helpers, devidamente habilitados e certificados nessa metodologia. Além dos ensinamentos teóricos, o  Pathwork® utiliza-se da realidade humana, através de situações práticas do cotidiano, para desenvolver e promover a integração dos diversos níveis de consciência: físico, emocional, mental e espiritual.

Gina Raquel Martin é Psicóloga, Helper e Facilitadora de Grupos de Pathwork®

 

 

Precisamos olhar para a crise como uma oportunidade de mudança. E vida é mudança.  Então, cada conflito, dor ou crise é uma mensagem do âmago do nosso ser mais profundo nos convidando a buscarmos nosso verdadeiro eu.

 

O Pathwork® nos mostra, passo a passo, como trazer esses aspectos à consciência, lidar com eles, aceitá-los sem ser coniventes, reconhecer seu efeito sobre nossa vida e transformá-los.

X