Bem-vindo ao Nosso Bem Estar!
Para acessar toda positividade de nosso conteúdo, escolha o portal mais próximo a você.

Beleza

06/07/2017 06h30

Cuidados com a rosácea no inverno

Saiba como cuidar de sua pele, evitando agravar problemas como a rosácea, que costuma aparecer no inverno

Por Nosso Bem Estar

Flickr | Wikimedia | Public Domais Pictures
M23

Confira os cuidados com a pele no inverno

Se você percebeu sua pele avermelhada no fim do dia ou após comer algo apimentado, você pode estar com rosácea. Conheça os cuidados para a pele que podem ser tomados, especialmente porque o problema se agrava no inverno.

Lesões na pele

A rosácea se caracteriza por lesões crônicas na pele, com ou sem inflamação, que podem afetar partes como bochechas, queixo, testa e nariz. Suas causas são desconhecidas, mas comumente atingem pessoas de pele clara, com tendência à oleosidade excessiva e à sensibilidade, mas não são exclusivas dessas situações, já que podem surgir em todos os tipos de cútis.

São comuns em mulheres acima dos 25 anos, mas também podem aparecer na pele masculina.

Tipos de rosácea

São cinco os tipos de rosácea, desde o mais simples até o mais complexo e raro:

  • Rosácea eritematotelangectasia: responsável por vermelhidão e vasos sanguíneos aparentes;
  • Rosácea pápula pustulosa: lesões avermelhadas, semelhantes a espinhas;
  • Rosácea fimatosa: vermelhidão inflamada na pele, tornando-a mais espessa;
  • Rosácea ocular: que atinge a região dos olhos;
  • Rosácea granulosa: desenvolve pequenos nódulos de cor acastanhada na face.

 

Tratamento depende do tipo

O tratamento da rosácea depende do tipo de lesão e do estágio que a doença se encontra. Pode surtir efeito positivo a utilização de produtos tópicos, ou então medicamentos orais, ou ainda tratamento a laser. O tratamento deverá ser prescrito por um dermatologista.

Prevenção da rosácea

Em todas as estações, a rosácea pode surgir. Então, é preciso preveni-la durante os doze meses. Apesar de ser uma doença crônica, tomar algumas atitudes pode evitar a piora. Ou seja, a alimentação do portador de rosácea deve ser moderada, evitando-se comidas apimentadas e muito quentes, além de restringir o consumo de bebidas alcoólicas.

As temperaturas muito altas também agravam a patologia, então devem ser evitadas sempre que possível, com a utilização de ventiladores e condicionadores de ar nos ambientes, para tornar a sensação mais fresca que a real. A exposição ao sol somente deve acontecer após aplicação de protetor solar, e exercícios físicos intensos e situações de estresse devem ser evitados.

O consumo de chocolate deve ser feito com observação, pois algumas pessoas relatam piora ao degustar o doce.

Cuidados com a rosácea no inverno

Nós mencionamos que as lesões pioram com as temperaturas altas, mas é fato que a rosácea no inverno também pode ser agravada. Então, os cuidados abaixo são adequados para os dias mais frios, que estão chegando em breve.

Isso acontece porque o ar fica mais seco, e o vento, mais frio. Então, a pele sensibilizada pela rosácea pode ter as costumeiras lesões avermelhadas. Por esse motivo, temos algumas sugestões para que você possa aproveitar os dias de inverno sem se preocupar com a doença crônica.

Não utilize maquiagem pesada, que pode ser difícil de remover. Isso porque a forte fricção necessária para a total retirada dos produtos, inclusive o uso de algodão ou lenços com força na pele, pode agravar a rosácea. E mais: deixe a maquiagem para as datas especiais, pois a rosácea surge com menos frequência quando a pele respira sem cosméticos ou produtos químicos que retiram o make.

Não utilize sabonetes comuns para a pele do rosto, somente aqueles indicados pelo dermatologista. A cútis já está sensível nos dias mais frios, então somente limpe o rosto com água morna durante o banho, finalizando a limpeza com o produto indicado pelo profissional.

Como a rosácea pode atingir os olhos, o demaquilante talvez agrida essa sensível região. Nossa sugestão é utilizar um produto específico para essa região, que pode ser aplicado em toda a face. Por conter uma fórmula especial, é mais suave e não irrita a pele.

Evite banhos demorados, com água muito quente. Após a hidratação, utilize protetor solar, que é essencial mesmo no inverno. Falando em hidratação, você deve beber muita água, e pode acalmar a pele também com substâncias à base de camomila, chá verde, aloe vera ou então recorrer à água termal.

Tomando essas atitudes, sua pele ficará bonita e saudável, e as lesões provocadas pela rosácea, tanto no inverno quanto nas outras estações, não aparecerão com frequência.

X